Theme Layout

Boxed or Wide or Framed

Theme Translation

Display Featured Slider

Featured Slider Styles

Display Trending Posts

Display Instagram Footer

Dark or Light Style

Resenha: Assim nasce uma estrela




"Nasce uma estrela" marca a estreia de Lady Gaga nas telonas, a atriz/cantora que já fez sucesso na série "American Horror Story- Hotel", agora encara um roteiro repleto de drama e similaridades com a sua história como cantora.

O filme, dirigido e estrelado por Bradley Cooper, é a quarta regravação de um filme de 1937. Ainda assim, a história continua atual, mostrando o quanto a bebida e as drogas estão presentes no meio do show business e o quanto elas são capazes de te afundar em um mar de frustrações e situações embaraçosas.

Lady Gaga interpreta uma mulher que tem o dom da voz, mas com uma falta de confiança e auto estima tremenda. Ela então conhece Jack, um cantor no auge do seu sucesso (interpretado por Cooper), após um encontro inesperado e uma sintonia instantânea, se sente encorajada a mostrar seu talento para o mundo e acaba por se apaixonar pelo seu atual parceiro de palco. Aqui a potência vocal da cantora é explorada e arrepia aos que estão do outro lado da telona. O talento e a voz de Gaga é inegável. Já a atuação é convincente, parte talvez pela já prévia experiência na série AHS, parte por interpretar uma personagem tão próxima da sua realidade.



Bradley Cooper surpreende pela voz cheia de potência, pela atuação de um viciado incurável e pela química avassaladora com Gaga. É grande a sintonia entre os dois, dando ainda mais espaço para a emoção que permeia o enredo.

A trama pode incomodar aqueles que gostam de introduções mais bem trabalhadas e por personagens com histórias mais profundas. As músicas são emocionantes, mas não são "chiclete", então acabamos por sair da sala sem cantarolar nenhuma canção em especial.

Se gosta de romances com uma dose de música, vale o ingresso. Se espera por algo inovador e surpreendente, talvez essa não seja a melhor escolha pra você.

Curiosidades:

- As versões anteriores desse filme foram feitas na década de 30, 50 e 70
- As duas primeiras versões abordavam o tema de Hollywood e o Alcoolismo e não do mundo da música e não fazia menção às drogas
- O filme de 1954 tem Judy Garland como atriz principal
- Já em 1976, a versão passa a abordar o mundo da música, com atriz principal Barbra Streisand




You Might Also Like

Nenhum comentário

Postar um comentário

[name=Letícia Loureiro] [img=https://2.bp.blogspot.com/-0T8qh-y062w/Wk0PzbUSkPI/AAAAAAAAB4o/CG5A_Xt2h1YRP-YvTtsXkSMbqvgMOF6AQCEwYBhgL/s200/IMG_3849.JPG] [description=Vespa Lover, se apaixonou pela scooter e pelo universo vintage no instante em que assistiu "Roman Holiday". Desde então, escreve sobre tudo que faz seus olhos brilharem. Desde 2012 convida a todos para uma viagem no tempo "Na Garupa da Vespa" :) ] (facebook=https://www.facebook.com/nagarupadavespa) (instagram=https://www.instagram.com/nagarupadavespa) (pinterest=https://www.pinterest.com/nagarupadavespa)