5 lembretes para amar seu corpo do jeito que ele é





É uma droga quando aparecem c*gando regra pro nosso corpo, nossa vida e nossa rotina com o pretexto de que do jeito que essa pessoa considera certo é mais saudável. Mas a verdade verdadeira é que ser saudável não tem a menor ligação com o tamanho da roupa que a gente veste e o que importa mesmo é a saúde estar ok e a gente gostar do que tá vendo no espelho sem pensar nos outros.

Hoje eu trouxe 5 pontos pra você lembrar de amar seu corpo do jeito que ele é!


O CORPO PERFEITO NÃO EXISTE



Simplesmente assim, o dito corpo perfeito já sofreu tantas mudanças em todo esse tempo e muda tanto de uma cultura pra outra que se a gente colocar a cabeça no lugar e refletir um pouquinho a gente percebe que ele não existe. Geralmente, a mídia usa o corpo de uma minoria, retoca completamente no Photoshop só pra dizer que a regra e o bacana é ser daquele jeito, mas a gente sabe que não é bem assim...

ESQUEÇA AS REGRAS



Eu estudei consultoria de estilo e realmente existem roupas que vestem melhor alguns corpos e roupas que vestem melhor outros, isso é um fato, mas cabe a você escolher se quer usar aquilo ou não, quando listras horizontais ou roupas justas entram no assunto de CERTO ou ERRADO porque estamos acima ou abaixo do peso "ideal" se tornam regras é hora de quebrá-las. Se você gosta de uma coisa e se sente bem usando isso, não deve deixar de usá-la porque as revistas ou a TV dizem que aquilo não é legal pra você.

NÃO SE SINTA CULPADA POR COMER O QUE VOCÊ GOSTA



Quando a gente faz dieta porque nossa saúde não vai bem e precisamos restringir coisas como açúcar ou sal, é uma questão muito séria que não deve ser ignorada. Mas quando passamos a viver de shakes pra emagrecimento ou engorda porque todo mundo fica dando palpite na sua vida é hora de repensar se essa dieta maluca realmente vale a pena. Não adianta deixar de comer tudo que você ama e ser infeliz só pra ter uns quilinhos a menos e se encaixar em um padrão idiota, tudo que é em excesso faz mal, seja para mais ou para menos, comer um pedaço de chocolate ou sair com as amigas e comer um pedaço de pizza no sábado não tem que te fazer se sentir culpada.

NÃO DEIXE DE FAZER O QUE VOCÊ AMA



Outra coisa importante é não deixar de fazer o que você gosta por causa do seu corpo, seja dançar, ir a praia ou sei lá. Lembro quando era mais nova que eu ficava MUITO insegura de usar biquíni porque segundo os meninos da escola eu era "reta", ao passo que via minha mãe que eu achava ter um corpo incrível se sentindo insegura por TER curvas, eu sei que todo mundo tem inseguranças, mas elas não podem impedir a gente de ir aos lugares, de fazer coisas e de se divertir.

ESQUEÇA OS OUTROS E AME-SE



Quando a gente para de se importar com o que os outros pensam ou gostam e começa a focar no que a gente pensa e no que a gente gosta, parece que o mundo fica mais bonito, sabe? Quando a gente se olha no espelho e aprende a se amar do jeitinho que é parece que tudo fica diferente. Não é fácil deixar os padrões de lado, mas é necessário para entender que existem outras belezas e outras pessoas e que você não precisa e não TEM QUE ser a garota barriga negativa e gostosa da TV, você pode só ser você e ser linda.

Sei que é difícil aprender a vestir nosso próprio corpo, a enxergar nosso próprio corpo e a amar nosso próprio corpo, alguns dias vão ser mais difíceis do que outros, mas é libertador e tentar é o primeiro passo! Acredite :)






*Esse não é um texto contra dietas ou pessoas que querem engordar ou emagrecer por algum motivo, esse é só um texto de alguém que não aguenta mais ver tanta gente bonita se achando feia e se matando pra se encaixar numa coisa irreal.

8 comentários:

  1. To precisando mesmo me amar mais como sou, deve ser a melhor coisa do mundo, não se importar com opiniões alheias e se aceitar. Mas que é difícil é, né? </3

    Adorei seu post, seu blog é um amor, já estou seguindo, e voltarei sempre.

    www.mundodefany.com.br

    ResponderExcluir
  2. Que post lindo, que dicas maravilhosas, to precisando mesmo disso me amar mais como sou, ser mais confiante!
    http://www.hurricanestars.com/

    ResponderExcluir
  3. Muito sensacional esse post,muitas garotas tem que ver essas dicas,parabéns.
    Beijos
    cherrycriis.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Amei! Infelizmente, ainda muitas mulheres precisam repetir tudo isso a si mesmas o tempo todo. Quando criança, sofri racismo por ter o cabelo crespo, e era caçoada por ter o corpo "reto". Cresci me detestando, queria ter o cabelo liso não porque achava o mais bonito, mas porque os OUTROS diziam a mim que era o mais bonito. Foram anos de tratamentos químicos violentos, medo de caminhar na chuva, medo até mesmo de mexer o pescoço, porque um único movimento, e o cabelo "saía do lugar". Até o dia em que me cansei, disse "não" e assumi os meus cachos da maneira como eles são. Posso dizer que foi o dia mais incrível da minha vida, passei a ter uma relação de amor comigo e o meu cabelo, e foi o dia em que conheci uma liberdade diferente, única e insubstituível!

    Beijos,
    Rafa.

    http://imperioretro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Depois que eu deixei de ser paranoica com meu corpo eu comecei até a me vestir melhor, me maquiar a não deixar de sair por "vergonha" (vergonha de que né?). A vida fica bem melhor assim. Me cuido, não saio comendo loucamente tudo, faço exercícios, mas sem neura. Se amar em primeiro lugar!

    Beijos,
    http://www.girlbeinggeek.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Tava precisando mesmo de um post como esse. O problema é que sou a neura em pessoa, rsrs.

    Beijos, Pri
    http://vintagepri.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Estava precisando disso! Tem dias que a gente não acorda legal, lê um post assim e se sente melhor! Muito obrigada!!!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  8. Nossa, eu sofro tanto com isso. Por ser um pouco insegura eu sou muito influenciada pelos outros, e desde criança eu não me lembro de ter tido fase gordinha (só a de bebê), eu sempre fui magra. E ouço até hoje que eu devo estar doente, que eu devo estar sofrendo e sendo infeliz (oi?) e várias outras coisas. Mas eu não consigo engordar, e por muito tempo isso me incomodou (confesso que até hoje dependendo do tom do comentário da pessoa eu fico pra baixo), mas estou tentando me amar desse jeito. Cada um é belo à sua maneira <3


    www.nascinaepocaerrada.com.br

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.