Criança outra vez: Brinquedos que fazem qualquer nascido nos anos 90 morrer de saudade.




Hoje é dia das crianças e se você nasceu nos anos 90 já se conformou que essa data não te representa mais tem um tempinho, né?

Mas nada te impede de passar por uma sessão nostalgia com os amigos (quem nunca?), enquanto vê como todos eram fofinhos e se pergunta como foram se transformar nos adultos que são hoje rs. 

Outra coisa bem frequente é ficar relembrando os desenhos e programas de tv mais legais da época, os presentes que a gente vivia pedindo no dia das crianças/Natal/aniversário e que fizeram parte da vida de muitos de nós. 




Super Nintendo: É só tocar nesse assunto que os olhinhos (principalmente dos meninos) começam a brilhar e não é por acaso. Esse video game tomou conta de muitas casas brasileiras, deixou muitas mães de cabelo em pé e deixa saudades até hoje. Como não adorar Super Mario?!



Aquaplay: Essa é a prova de que crianças não precisam de muito pra se divertir (ou se distrair, que era o maior objetivo das mães). 


Melocoton: O Melocoton era um personagem do programa Bom dia & Cia, apresentado pela Eliana (sim crianças, Eliana apresentava programa infantil). Ele era comilão e engraçado, conquistando facilmente as crianças da época, ele se tornou boneco e em 1997 vendeu mais de 250.000 unidades. Eu tenho o meu até hoje!



PsOne: Ver a foto dá até um aperto no peito, esse foi meu primeiro video game oficial (já que eu era muito pequena pra jogar SuperNintendo e só ficava assistindo meu pai jogar), ele "nasceu" no mesmo ano que eu, 94, mas fez parte de BOA parte da minha infância. Diferente dos outros, a mídia dele já era como conhecemos hoje, CD. Quem nunca brigou com o irmão ou com o amigo quando ele foi "apelão" no Tekken?


Game Boy: O Game Boy é de 89 e é o terceiro console mais vendido da história! O Celso tem o dele até hoje, olha só o que ele falou sobre: 

"Não foi o primeiro vídeo game portátil da história, mas com toda certeza foi o mais emblemático. No ano de lançamento teve 32 milhões de unidades vendidas, espalhando pelo mundo a delícia que era jogar Pokemon Red e Tetris no mesmo console."



Mini game: Pra quem não tinha o Game Boy... rs Os jogos da cobrinha e Tetris eram clássicos.



Discman: Ouvir seus cds favoritos indo pra escola ou sem precisar ficar preso em um fio. O problema? O estoque de pilhas...



Jogo da pescaria: Você dá corda, os peixinhos giram e sobem, você usa uma varetinha com um imã e pesca o peixinho, parece bobo, mas ocupou MUITOOO tempo da minha infância (e fez bolhas nos dedos da minha mãe, já que eu era muito pequena para dar corda).




Tamagotchi:  O bichinho virtual foi febre não só entre as crianças, mas dominou o tempo de muitos adultos por aí. Lançado em 96, o ovo pendurado em um chaveiro trazia um bichinho que precisava de comida, limpeza e muito carinho. O meu nunca sobreviveu mais de dois dias... 



Meu primeiro Gradiente: Usando uma fita K7 (o pessoal que nasceu depois de 2000 sabe o que é isso?) Era possível ouvir e cantar suas músicas favoritas. E perturbar MUITO seus pais ou qualquer pessoa que quisesse falar ao telefone, ver TV ou conversar. 


Qual o brinquedo que você mais sente saudade? Eu morro de saudade do PlayOne...

Ps.: Escrevi esse texto louca para tomar uma caçulinha do Pokemon!

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.