Audrey Hepburn


Audrey foi (e sempre será) uma das atrizes mais queridas do mundo, é símbolo de graça, elegância e beleza até os dias de hoje.  Nascida em 4 de maio de 1929, a atriz começou a brilhar depois de estrelar a peça "Gigi", pouco depois foi aprovada no elenco de "A princesa e o plebeu" atuando com Gregory Peck, de quem recebeu apenas elogios.

Depois de interpretar a Princesa Ann, Audrey atuou em uma série de filmes que são sucesso até hoje como Sabrina e Bonequinha de luxo. Na década de 80 se tornou embaixatriz especial da UNICEF, participando de missões em diversos lugares, como a Etiópia. Continuou firme na luta contra a fome e a desigualdade até que no final de 1992 foi diagnosticada com câncer e faleceu em 20 de janeiro do ano seguinte.

A princesa e o plebeu




O filme é de 1953 e Audrey interpreta a Princesa Ann, que cansada das obrigações da nobreza e sob efeito de remédios, sai pelas ruas de Roma, onde encontra o jornalista Joe Bradley (o bonitão Gregory Peck), que apenas reconhece a moça na manhã seguinte. Ann se envolve com Joe e nos envolve com um passeio delicioso por Roma, o final? É diferente do que você imagina.

Sabrina




Sabrina é a filha do motorista de uma poderosa família, ainda jovem se apaixona por David, o caçula, que sequer nota a garota, deprimida ela viaja para Paris e volta dois anos depois transformada. Agora a personagem é uma bela mulher que atrai olhares do homem em quem pensou esse tempo todo. Um acordo que pode mudar o destino dessa família promete te deixar surpreso!

Cinderela em Paris




Cinderela em Paris é de 1957 e é um dos queridinhos da lista, quando uma revista sai em busca de um novo rosto, Dick Avery interpretado por Fred Astaire encontra em Jo, balconista de uma livraria, a modelo de sua próxima edição, porém a garota apenas aceita a proposta de viajar para Paris para encontrar um intelectual defensor dos beatniks (movimento intelectual dos anos 50 e 60). O filme reserva cenas belíssimas para os amantes de moda, fotografia e dança.

Uma cruz à beira do abismo




De 1959, Uma cruz à beira do abismo foge dos filmes que Audrey costumava estrelar, a atriz é Gabrielle,  filha de um famoso cirurgião que decide largar tudo e se tornar freira para ajudar como enfermeira no Congo, porém, para realizar seu sonho de salvar vidas, ela vai precisar passar por incansáveis provas de obediência. O filme tem pouco mais de 2hrs e promete mudar sua visão sobre como foi e é uma vida dentro de uma instituição religiosa.

Bonequinha de luxo




Bonequinha de luxo é o mais conhecido da atriz. Holly sonha em casar-se com um homem rico, e toma café da manhã todos os dias em frente à joalheria Tiffany's (que deu o nome ao titulo original Breakfast at Tiffany's), mas conhece Paul Varjak, que ironicamente é sustentado pela amante. A história é uma comédia romântica sem muitas surpresas, mas o charme fica por conta de Audrey e George, o figurino que é belíssimo e a atriz cantando Moon River.

Tem como não amar Audrey Hepburn?


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.