Trabalhando com moda: assistente de estilo



Eu conheço a Bruna desde os tempos de curso técnico do Senac, ela sempre foi apaixonada pelo universo de Moda festa e sempre deixou bem claro o que queria: trabalhar com noivas! De lá pra cá se foram dois anos, ela cresceu, amadureceu e hoje trabalha em um atelier incrível, onde se identifica muito. Vanessa Abbud já foi notícia nas principais revistas e sites de moda e é lá que a Bruna aprende a maioria das coisas que ninguém aprende na sala de aula. Quer saber mais um pouco sobre como tudo aconteceu e como é o dia-a-dia de um assistente de estilo de moda festa? Então olha só!


L.: Como foi que você descobriu que queria fazer moda? Como foi o inicio de tudo?

B.: Eu decidi fazer moda quando era muito menina ainda, tinha 9 anos e morava em Maceió-AL que é linda mas não tem nenhuma base pra área. Aos 15 falei pra minha mãe que ia realmente fazer moda e viria morar em sampa com os meus avós que são daqui. Por sorte ela estava com saudades deles e quando eu completei 17 estava a caminho da terra da garoa. Terminei escola aqui e pra conhecer bem onde eu tava me metendo (afinal não tinha próximo a mim que trabalhasse com isso além de dona Ilda que era costureira da minha rua e aos sábados me dava retalhos para costurar para as bonecas) e também porque não tinha muito poder aquisitivo para uma faculdade de cara, fiz um técnico em moda. Que foi uma das melhores decisões que eu tomei na vida, te dá uma visão ampla e te prepara para trabalhar mesmo, a facul é mais teórica e além do que conheci pessoas muito especiais entre elas a lele dona do blog. Depois que eu formei consegui trabalhar na área e foi amores confirmados, um ano depois me interessei em aprimorar e fazer uma faculdade, como ainda não tenho uma situação financeira no padrão, procurei por bolsas e prouni, hoje to indo pro segundo semestre em Moda na Santa Marcelina e é uma fase totalmente nova e incrível.

L.: E o seu primeiro emprego? Como conseguiu? O que você aprendeu lá?

B.: No começo foi difícil, moda é totalmente diferente do que os estereótipos dizem. Hoje eu trabalho na área de estilo focada em festas e noiva, quando comecei a procurar todos os lugares que tentei exigiam experiência e é um pouco raro ter assistente de estilo de noiva saindo com freqüência. Então fui bem pro início da carreira, procurei como consultora em lojas de aluguel que é mais ou menos como uma vendedora mas precisa ter conhecimento em moda pra indicar um vestido ideal pro corpo, estilo e faixa etária em questão. Foi ótimo porque conheci estilos e corpos que me ensinaram muito. O estilo é uma área de grande responsabilidade porque você precisa conhecer muito bem quem você está vestindo, como é o jeito dela o que ela gosta e o que ficaria legal no corpo em questão. Eu fazia de um tudo, principalmente por ser uma loja pequena desde atender e fazer consulta também, nas horas mais tranqüilas ficava no Atelier junto com as costureiras (que são as melhores professoras do mundo) e do estilista que me passava tudo sobre a parte técnica, lá aprendi sobre moulage, modelagem e técnicas de bordado. Bordava muito e adoro bordar até hoje! Nao foi fácil entrar lá, geralmente as consultoras são mais velhas ( eu tinha os recentes 20 anos) porque passam mais confiança para as noivas e as mães delas. Mas depois de muito não e muita (muita) porta na cara eu consegui alguém que queria investir numa geração mais nova e mais informada com moda

L.: E depois? Como foi a busca para trabalhar como assistente de estilo?

B.: Depois de um tempo na loja eu queria colocar mais em prática o que tinha aprendido e ir realmente pra área de estilo, então comecei a busca da vaga de assistente. Foram muitas pesquisas e muitos currículos. E não davam em nada. O grande segredo aqui é manter a fé e como diria Dóris do Nemo: "continue a procurar, continue a procurar." E desde a época do Senac (onde fiz o técnico) eu era apaixonada pela marca Huis Clos, foi a primeira marca brasileira que pesquisei de fato e simplesmente amei, o estilo, os recortes, os tecidos e a mistura do clássico com o moderno eram pra mim o topo de classe e elegância. Tenho respeito e muita admiração pelo trabalho da Clô até hoje. E na marca tinha a área de noiva que era a prêt-à-marrier. Mandei currículos lá e nunca dava nada. Um tempo depois eles desligaram a marca e nunca soube pra onde tinha ido o pessoal que trabalhava lá e quem era a pessoa que desenhava pra lá. Fuçando no Instagram atrás de gente nova e pessoas que precisassem de assistente, vi um post de um blog de casamento sobre a Vanessa Abbud, amei o vestido e curti, mas deixei quieto. Depois vi em outro lugar e depois em outro. Entrei na conta dela e me encantei horrores! Fui pesquisar o histórico dela e adivinhem só? Ela era a estilista responsável pela prêt-à-marrier! E tinha saído para abrir seu próprio Atelier. O site em construção e não achava em nenhum lugar o email, mandei (na maior cara de pau) um comentário no insta mesmo. Passou um tempo e nada. Quando numa bela manhã vi a notificação que ela tinha me citado num comentário, ela já tinha passado o email pra mandar o cv mas não tinha me marcado. Enviei e conversamos por email (dei a sorte porque ela estava a pouco tempo sem assistente) , fiz a entrevista e super deu certo! Ela entrevistou mais de nove pessoas! Hoje trabalho ao lado dela na parte de estilo junto com uma equipe maravilhosa.

L.: O que você faz lá? Como é o seu dia-a-dia?

B.: Como é um Atelier sob medida, acompanho toda a parte de estilo, criação, pesquisa têxtil e ajudo no atendimento a cada cliente, preencho fichas técnicas (sim, elas no começo são terríveis, mas são estritamente importantes, o que te faz gostar delas), além dessas fichas, temos também as de produção, ficha de custos, lista de materiais disponíveis no estoque. Acompanho as provas e junto com a outra assistente (que cuida de toda a parte da produção e oficina) coordenamos provas e entregas. Materiais para fotos e campanha. É uma área que exige muita, muita paciência, afinal não é só um vestido e sim todo o sonho e desejo de uma das datas mais especiais da vida. São muitas emoções e sou muito feliz em estar nessa área com esse Atelier que me identifico tanto. Já me emocionei muito em ultima prova da noiva onde ela estava lendo seus votos ou mostrando a música de sua entrada, é lindo!
L.: O que te faz sentir mais realizada? O que pensa em fazer daqui pra frente?

B.: O que mais me realiza é ter esse amor pela área, é tão grande e tão forte. Já fiz muitas coisas pra poder fazer moda que não foram fáceis. Mudar de estado foi muito difícil, São Paulo a primeira vista parece cinza e fria aos olhos de uma garota de cidade praiana e simples. Passei por uns apertos, estudei de tarde e trabalhei num café de madrugada, passo as noites virando fazendo os trabalhos da faculdade e faria tudo isso de novo, sabe? O olhar de satisfação de alguém que compra uma idéia sua, seja cliente , chefe, amigos, professores ou só alguém que ouviu minha história valem tudo isso. Fiquei sabendo outro dia que abriram um curso técnico e estão para abrir uma faculdade lá em Alagoas e muitas meninas me adicionam, tiram dúvidas comigo e me admiram. Pessoas que eu não tinha muito contato, isso pra mim não tem preço. Daqui pra frente? É um mistério ainda, lembro de que quando escolhi moda festa além de toda beleza e significado foi pela técnica mesmo, os acabamentos e detalhes são pensados e sempre quis aprendi várias maneiras da costura. Me encontrei demais, mas ainda sinto que preciso me expressar mais, são tantas histórias e tantas coisas que quero contar na roupa que a área ainda me parece pequena. Mas veremos como isso caminhará. Já tenho muitas encomendas de noivas agendadas pro futuro! Rs.

L.: Uma dica para quem quer começar na área?

B.: O que deixo de dica é: quer fazer? Realmente? Faça! Não existe impossível, existem barreiras e obstáculos grandes mas quando o amor e a vontade falam mais alto, não existirá condições financeiras, distâncias e impedimentos que te farão parar.

E então? Curtiu a história da Bruna? Você que sonha trabalhar com moda festa viu o quanto é possível? E quem está em dúvida do que quer, estamos procurando gente de todas as áreas de moda para tirar todas as nossas dúvidas :)

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.