Rita Lee Mora ao Lado - O musical




Rita Lee Jones é uma das minhas cantoras favoritas, a ruiva ficou conhecida nos anos 60 quando conquistou o mundo inteiro com Os Mutantes, junto com os irmãos Sérgio e Arnaldo Baptista. O trio era um dos representantes da Tropicália, movimento que revolucionou o jeito de fazer música e levou a identidade jovem e brasileira aos quatro cantos.

Quando soube que Mel Lisboa iria interpretar a rainha do rock nacional, contando sua história em um musical delicioso em São Paulo, fiquei empolgadíssima, acho que não me sentia tão ansiosa e contente com algo desde que a exposição do Elvis desembarcou em São Paulo. Apesar de toda critica negativa ao redor da peça, para os fãs e admiradores da cantora, ver Mel Lisboa em cima do palco com os trejeitos e o cabelo vermelho é como ver Rita Lee de bom humor.

O espetáculo conta a história da menina Rita desde sua infância, sua relação com as irmãs e a família, o encontro dos Mutantes, a separação dela e do ex marido e ex companheiro de banda Arnaldo Baptista, suas peripécias, a carreira solo, seu encontro com Roberto de Carvalho, tudo de uma forma extremamente divertida e descontraída.

 A história não é apenas uma aula sobre Rita Lee, é uma aula sobre música brasileira e tropicalismo, personagens como Caetano Veloso, Tim Maia, Gilberto Gil, Ney Matogrosso, Elis Regina, Gal Costa e até mesmo João Gilberto surgem em meio a trama. O figurino não é dos mais surpreendentes, mas dá uma ideia, mesmo que de maneira simples, do que foi o caos e exagero da época.







Cantarolei o tempo todo e valeu cada segundo!

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.